Prefeitura atende recomendação e cancela cultos e missas em igrejas de Rio Branco

Atendendo a uma recomendação conjunta do Ministério Público Federal (MPF) e Ministério Público do Acre, o prefeito de Rio Branco, Tião Bocalom, tornou sem efeito o Decreto n° 792, assinado nessa sexta-feira, 9, que permitia missas e cultos na capital acreana.

Na manhã deste sábado, 10, foi assinado o Decreto n° 797 que torna sem efeito o anterior, ou seja, cancelando atividades religiosas em igrejas e templos, nos fins de semana, feriados e pontos facultativos.

DECRETO 797