Prefeitura de Rio Branco faz projeto de lei que institui Programa de Auxílio Transporte Emergencial

Na tarde desta segunda-feira, 5, a Câmara Municipal de Rio Branco recebeu o projeto do Executivo, levado pessoalmente, em regime de urgência, pelo prefeito Tião Bocalom, que institui o Programa de Auxílio Transporte Emergencial Temporário Municipal (vale-transporte).

O projeto foi entregue em mãos ao presidente da Câmara Municipal de Vereadores de Rio Branco, vereador, N. Lima que garantiu urgência na votação da matéria. “Trata-se de um projeto importante do Executivo que vai beneficiar mais de 21 mil pessoas que recebem Bolsa Família, por isso terá dessa presidência, todo cuidado e zelo”, disse o vereador.

Durante a entrega do projeto, o prefeito Tião Bocalom estava acompanhado do secretário Municipal de Finanças, Antônio Cid Rodrigues. Conforme o gestor, em Rio Branco, muitas vezes, as pessoas precisam ir sacar o seu Bolsa Família e não têm dinheiro para poder pagar passagem.

“Em um momento tão difícil como esse, estamos colocando à disposição de cada família beneficiária do Bolsa Família e que são mais de 21 mil, quatro passagens, por mês, durante quatro meses. Isso não é muita coisa quando você olha individualmente, mas não tenho dúvida nenhuma que, nesse momento difícil, vai ajudar muita gente”, destacou Bocalom.

O projeto, se aprovado, vai para sansão do prefeito Tião Bocalom e entra em vigor imediatamente. O benefício será pago com recursos do tesouro municipal.