Zeladoria faz remoção de entulho em área desativada da FOC

Entulho retirado do complexo penitenciário (Foto: Dircom)

Toneladas de entulhos foram retirados de uma área desativada da unidade prisional Francisco d’Oliveira Conde (FOC), pela Secretaria Municipal de Zeladoria da Cidade (SMZC), na manhã desta quinta-feira, 25.

A remoção mecanizada faz parte da força-tarefa desencadeada pela prefeitura de Rio Branco na área urbana da capital acreana como forma de combate ao Aedes aegpyti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e febre amarela.

Conforme Duda Vasconcelos, diretor do presídio feminino de Rio Branco, a ação é fundamental para garantir o bom acondicionamento do lixo, além de evitar a proliferação de insetos e do mosquito da dengue.

“É um trabalho fruto de uma parceria entre a direção do Iapen (Instituto de Administração Penitenciária) e a prefeitura, por meio da SMZC, visando evitar alguma doença nos servidores da unidade prisional, bem como dos internos”, disse Vasconcelos.

O encarregado da frente de serviço da SMZC, responsável pela ação na unidade prisional FOC, Carlos César, disse que o trabalho de roçagem e capina manual é feito pelo Iapen e a coleta mecanizada de entulhos, pela Zeladoria.

“Estamos atuando com várias frentes de serviços nos bairros de Rio Branco, de forma simultânea, com ações ajustadas com a força-tarefa de combate à dengue”, observou Carlos César.