Equipe de Direitos Humanos de Rio Branco defende a saúde como direito humano fundamental

Na manhã dessa segunda-feira, 15, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), por meio da diretoria de Direitos Humanos, reuniu com a equipe de Fisioterapeutas que desenvolvem técnicas e ferramentas com Ventilação Não Invasiva (VNI), no tratamento e reabilitação de pacientes com covid-19.

O objetivo do encontro foi conhecer uma das técnicas inovadoras usada no tratamento do indígena Eudo Shinenawa, com Covid-19, tendo em vista que os povos indígenas estão incluídos no departamento de Promoção da Igualdade Racial.

Segundo o médico Moacir Carrion, essa técnica pode salvar vidas. “A técnica pode ser uma esperança na melhora e eficácia do tratamento, já que a terapia respiratória ajuda na expansão pulmonar do paciente”, disse Moacir.

A diretora de Direitos Humanos, Rila Freze, acha importante que os responsáveis pela saúde pública do estado e município, tenham um olhar humano para o tratamento com a técnica de VNI. “Tendo em vista que existem resultados positivos com o tratamento, estão promovendo saúde e esperança para a sociedade que está sofrendo e sem perspectiva. Toda tentativa é válida na busca do tratamento contra o coronavírus”, disse Rila.