Ministério Público e Casa Rosa Mulher levam orientação sobre violência contra a mulher às mulheres no Parque de Exposições

Marfisa fala sobre a importância das mulheres saberem seus direitos (Foto: Dircom)

O Centro de Atendimento à Vítima (CAV), do Ministério Público do Estado (MPE), esteve no Parque de Exposições, nessa segunda-feira, 8, para levar orientação jurídica e palestra às mulheres abrigadas com o tema: “A Violência Doméstica e o Ciclo da Violência contra Mulher”. A equipe do MPE foi recebida pela vice-prefeita e secretária da SASDH, Marfisa Galvão.

A palestra foi ministrada pela psicóloga, Fernanda Rocha, e pela coordenadora, Otília Amorim, Ambas do CAV. A representante do departamento de Promoção dos Direitos Humanos, da SASDH, Rebeca de Paula disse que é de suma importância a presença do Ministério Público com essas palestras. “Essa palestra é fundamental para que a mulher saiba quais são seus direitos e possa se livrar desse ciclo vicioso que é violência”, falou.

Marfisa fala sobre a importância das mulheres saberem seus direitos (Foto: Dircom)

“O CAV é um órgão auxiliar do Ministério Público onde são atendidos casos de violências domésticas sexual e o segmento LGBT. Aproveitamos a oportunidade que, infelizmente, essas mulheres estão abrigadas para trazer informações do que é violência doméstica, explicar esse ciclo, os tipos de violência doméstica e informar onde elas podem pedir ajuda”, relatou Otília, coordenadora do CAV.

“É muito importante a vinda do Ministério Público com essa palestra para as nossas mulheres que aqui estão e orientá-las sobre os direitos que elas têm. Muitas vezes a mulher está sofrendo algum tipo de abuso, mas a falta de conhecimento não permite que ela faça algo”, ressaltou Marfisa Galvão.

A gerente de departamento de Política para Mulheres do município, Cristina Maia, entregou uma placa para a secretária da SASDH, Marfisa Galvão, como uma homenagem pelo Dia da Mulher. “Enquanto mulher eu apoio e acredito que podemos crescer. Enquanto Casa Rosa Mulher, nosso papel é a inclusão da mulher no mercado de trabalho e para que isso ocorra precisamos de apoio. Essa homenagem foi justamente porque ela, representando as mulheres guerreiras, valentes, uma mulher com uma história maravilhosa, representa hoje todas as mulheres que lutam e querem fazer a diferença na sociedade em que vivemos”, explicou Cristina.

Marfisa recebe homenagem pelo Dia da Mulher (Foto: Dircom)

“A Casa Rosa Mulher está se adaptando, vai reabrir e nós estamos nos preparando para receber as mulheres de Rio Branco e oferecer toda a assistência que ela precise. Essa homenagem que recebi de toda a equipe da Casa me deixou muito feliz”, disse Marfisa.

Na oportunidade, foram entregues presentes para a abrigada mais antiga do parque e para a aniversariante do dia e distribuídos kits de beleza às mulheres.

Denúncias

CAV recebe denúncias por telefone ou aplicativo de mensagens pelo número (68) 99993-4701, e pelo e-mail cav@mpac.mp.br, além de dar orientações jurídicas e atendimentos on-line de psicólogas e assistentes sociais, se necessário.