Mulheres em ação: SASDH promove ações em alusão ao mês de março

SASDH promove ações alusivas ao mês de março, dedicado a mulher (Foto:Dircom)

A Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (SASDH), por meio do Departamento de Políticas para Mulheres, em alusão ao mês de março dedicado a mulher, está realizando uma série de atividades como lives, doações de alimentos, atendimentos psicológico, jurídico e campanha de conscientização.

Também serão realizados encaminhamentos para atendimento com exames preventivos em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). As atividades tem o objetivo de ampliar o debate em relação à conscientização sobre os direitos da mulher, as conquistas e os desafios enfrentados pelas mulheres do século XXI.

A Casa Rosa Mulher, um dos principais centros de referência do município no atendimento às mulheres ameaçadas ou vítimas de violências, com o intuito de resgatar a autoestima, restruturação física, emocional e social de suas usuárias estará promovendo durante o mês de março atendimento especializado na área de acolhimento, atendimento assistencial, psicológico e jurídico, além de cursos profissionalizantes e empreendedorismo.

Para Neusa Cristina, gerente do Departamento de Políticas para as Mulheres, é uma conquista de fundamental importância em apoio a todas as mulheres nas mais diversas situações, uma vez que esta política visa a valorização da mulher em todos os sentidos, oportunizando a ela, ter uma vida digna em todos os aspectos.

A prefeita em exercício, que acumula a função de secretária de Assistência Social e Direitos Humanos, explica que as conquistas das mulheres se constitui ao longo da história em um verdadeiro avanço, mas que ainda pode melhorar. “Estaremos sempre disponíveis à acolher, servir, oportunizar todas as pessoas, principalmente as mais desassistidas”, disse.

A diretora de Direitos Humanos, Rila Freze, ressaltou que a conquista dos direitos pelas mulheres, significa ter uma vida livre de todos os tipos de violência, e que toda mulher deve exercer em sua plenitude seus direitos civis, políticos, econômicos, sociais e culturais. “Estaremos aqui na trincheira na defesa e promoção desses direitos”, frisou.