Presidente Jair Bolsonaro vem ao Acre verificar situação de municípios atingidos pela cheia e traz vacinas contra a covid-19

O prefeito Tião Bocalom chegou com o presidente da República, Jair Bolsonaro, às 8h da manhã, desta quarta-feira, 24, ao Acre com comitiva presidencial e parlamentares da bancada acreana. Entre eles, o Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, os senadores Márcio Bittar e Sergio Petecão e a senadora Mailza Gomes. Bolsonaro deve sobrevoar Rio Branco e Sena Madureira, atingidas pela cheia, para verificar a situação da região.

Bolsonaro e Pazuello farão a entrega de 21,9 mil doses (8,4 mil da CoronaVac, do Instituto Butantan e 13,5 mil da AstraZeneca/Oxford) ao estado.

SOBRE A VACINA

Desde a segunda etapa de distribuição das vacinas contra o coronavírus, foi definido um Fundo Estratégico para a região Norte, destinando 5% do total de doses de vacinas para os estados em cada fase. Nesse novo lote, o Acre terá 10% das doses do Fundo Estratégico, ampliando a imunização para pessoas entre 70 e 84 anos.

Desde o início de fevereiro, o Ministério da Saúde acompanha a situação do Acre. Equipes das secretarias de Atenção Primária (SAPS), de Atenção Especializada (SAES) e de Vigilância em Saúde (SVS) fizeram visitas técnicas em Rio Branco, Cruzeiro do Sul e Tarauacá, fazendo o acompanhamento das atividades realizadas pela vigilância epidemiológica local, bem como a assistência aos pacientes diagnosticados com dengue.

Além disso, foram realizadas visitas em unidades de saúde para reestruturar o fluxo de entrada de pacientes que buscam atendimento no Sistema Único de Saúde (SUS). Também está sendo feito um monitoramento diário da ocupação dos leitos nos hospitais locais e das demandas dos abrigos com estrutura de saúde para assistir à população atingidas pelas inundações.