Parceria entre MPAC e Prefeitura fortalece ajuda as vítimas das enchentes

A prefeita em exercício, Marfisa Galvão, e o chefe da Casa Civil Municipal, Artur Neto, receberam 10 toneladas de alimentos da campanha “MP Solidário”, para ajudar as famílias que foram atingidas pelas fortes chuvas na capital. Os donativos são compostos por alimentos, água potável e produtos de limpeza.

O promotor justiça, Marco Aurélio Ribeiro, assessor da procuradora-geral de justiça do Ministério Público do Acre (MPAC), Kátia Rejane de Araújo Rodrigues, fez a entrega do material na sede do órgão, e segundo ele, ideia é amenizar o sofrimento das pessoas ajudando-as por meio da arrecadação de mantimentos. Colaboraram com doações, membros do Ministério Público, servidores, loja Gloss e a sociedade civil.

“Isso foi uma ação pontual, não é comum o transbordamento de igarapés no nível que ocorreu. O Ministério Público sempre foi parceiro do poder público e da população. A Drª Katia Rejane já tinha se colocado à disposição para reativar o GRPD (Grupo de Prevenção de Desastres Naturais) para poder ajudar a população”, observou Marco Aurélio.

Prefeitura recebe donativos do MPAC a serem entregues às famílias atingidas pela cheia (Foto: Dircom)

Artur Neto disse que a prefeitura fica feliz, porque, isso mostra o quanto o povo acreano é solidário. O chefe da Casa Civil agradeceu em nome do prefeito Tião Bocalom e expressou gratidão, especialmente em nome das famílias. Com relação ao Rio Acre que alcançou a cota de 13,75 e com previsão de mais chuva para as próximas horas Artur explicou, que enquanto prefeitura, há uma estratégia pronta.

Explicou que há uma possibilidade de os abrigos do parque ainda não estarem totalmente prontos, em caso de transbordamento do rio hoje. Nesse casos as pessoas serão conduzidas para escolas, provisoriamente, até que a estrutura do parque fique totalmente pronta para acolher, de forma humanizada as pessoas que serão atingidas pelas cheias.

“Quem conhece aquela estrutura do parque de exposições sabe como era feito. O prefeito Tião Bocalom criou módulos habitacionais, inclusive com quarto. Tiramos a lona preta e estamos colocando lonas coloridas. Criamos espaço de convivência para crianças, espaço para leitura, teatrinho e cinema. Também terá um restaurante funcionando que vai servir café da manhã, almoço e janta, para que as pessoas que estejam alí se alimentem com refeição feita na hora, obedecendo os protocolos do Ministério da Saúde por conta da covid-19″, explicou Artur.

Marfisa Galvão, que também é secretária de Assistência Social, enalteceu o papel solidário de pessoas e entidades que se preocupam com o próximo. “Quero dizer que o Ministério Público tem um olhar diferenciado para o ser humano, entende muito bem quando acontece um evento desses que a gente não espera. Só tenho a agradecer a parceria, por todo esse material, sei que as famílias vão ficar um pouco mais felizes em receber esses donativos”, observou.