Prefeitura faz levantamento de danos em áreas atingidas pelas chuvas e intensifica construções de abrigos

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Seinfra), aproveitou o recuo das águas nas áreas que foram atingidas pela enchente de córregos e igarapés da cidade para fazer o levantamento dos danos causados pelo fenômeno natural.

Segundo o secretário da Seinfra, Valmir Alexandre Médici, seis equipes formadas por engenheiros e tecnólogos trabalham desde as primeiras horas desta segunda-feira, 8, juntamente com a Defesa Civil municipal. “Vamos levantar e quantificar os custos e os prejuízos causados pelo igarapé São Francisco às famílias e reconstrução das áreas atingidas”, informou.

CONSTRUÇÃO DE ABRIGOS

O secretário informou ainda que a prefeitura intensificou os serviços de construção de abrigos no Parque de Exposições, para onde serão removidas as famílias que forem atingidas pelo possível transbordamento das águas do Rio Acre, que na medição das 12h desta segunda-feira, de acordo com a Defesa Civil municipal, está em 13,25mestros, perto da cota de alerta que é de 13,50 metros.

“A Prefeitura já dispõe de 30 abrigos construídos no Parque de Exposições e estamos intensificando a construção de mais abrigos, pois temos indicativos de que, em no máximo dez dias, teremos o transbordamentos das águas do rio Acre e será necessário fazermos a remoção de famílias para o local”, salientou.

Trabalhadores montam os módulos para abrigar famílias atingidas pela possível cheia (Foto: Dircom)

De acordo com Médici, equipes da Seinfra, Zeladoria da Cidade e Emurb continuam preparando a estrutura que a Prefeitura está montando no local onde ficará abrigado o pessoal de apoio de diversas secretarias, como Saúde, Defesa Civil, Assistência Social, Zeladoria e, também, o restaurante que produzirá a alimentação dos possíveis desabrigados. “Possíveis porque, se Deus Quiser, não vai acontecer nada”, concluiu.