Prefeitura alinha ação conjunta com o governo durante a cheia dos rios na capital

A cheia dos rios na capital acreana é um problema que se repete todos os anos, durante o inverno amazônico e causa prejuízo às famílias, além de muito transtornos. A Prefeitura de Rio Branco, na gestão do prefeito Tião Bocalom, vem trabalhando para ofertar, aos afetados pelas cheias, um socorro dinâmico rápido.

Todas as secretarias do município estão em alerta, isso porque, nesta segunda-feira, 8, o Rio Acre atingiu na medição do meio-dia 13,21 metros, se aproximando da cota de transbordamento.

Nesta segunda-feira, 8, acompanhada do chefe da Casa Civil do Município Artur Neto e do coordenador da Defesa Civil Municipal, major Cláudio Falcão, a prefeita em exercício Marfisa Galvão, foi recebida pelo chefe da Casa Civil do Estado, Flávio Pereira da Silva. O encontro, teve como objetivo central, a mobilização da estrutura pública em caso de alagação do principal manancial da cidade.

O secretário Artur Neto da Casa Civil destacou a relevância do trabalho realizado pela Prefeitura e observou que a Defesa Civil do Estado tem atuado de forma integrada com o poder público municipal em situações de enchente na capital.

Para Flávio Pereira da Silva o tempo de resposta da Defesa Civil deve ser sempre um diferencial no socorro aos atingidos pela cheia dos rios e igarapés. “O Estado está à disposição da Prefeitura, estamos trabalhando alinhados com o Município para agir com rapidez no auxílio às pessoas”, destacou.

Marfisa ressaltou que o município já vem realizando trabalhos em parceria com o Estado o que fortalece as ações em favor da população. “Estamos buscando o que for possível no campo das parcerias para que possamos elaborar o melhor atendimento às pessoas, visto que, Rio Acre acena fortemente para faixa de transbordamento”.