500 famílias atingidas pela enxurrada de igarapés e córregos são atendias pela Prefeitura de Rio Branco

A Prefeitura de Rio Branco trabalha desde a tarde de sexta-feira, 5, ininterruptamente, no atendimento às famílias atingidas pelo transbordamento de vários córregos e igarapés que cortam a capital.

De acordo com o coordenador municipal de Defesa Civil, major BM Claudio Falcão, por orientação do prefeito Tião Bocalom, que mesmo tendo sido submetido a uma cirurgia na quinta-feira, 4, encontra-se trabalhando desde o dia seguinte, equipes da Defesa Civil, Seinfra, Saúde, Emurb, Zeladoria da Cidade e Ação Social, estão de prontidão e fazem o atendimento às pessoas afetadas pelo fenômeno natural.

“Desde sexta-feira estamos trabalhando sem parar. Na tarde desse sábado, 6, as águas retraíram bastante. Neste momento as equipes da prefeitura estão de prontidão, já que não está sendo necessário remover nenhuma família. No entanto, estamos atendendo situações de desabamentos de residências, como ocorreu no bairro Oscar Passos, onde três casas tiveram suas estruturas abaladas”, informou Falcão.

Ele informou, também, que neste domingo, 7, a Defesa Civil está nos locais atingidos promovendo o restabelecimento da ordem e fazendo o levantamento dos danos causados pelas chuvas. “Acionando as secretarias, prestando o atendimento necessário às famílias atingidas”, explicou o coordenador.

Falcão destacou que em alguns locais atingidos a Defesa Civil municipal está fazendo manobras na rede de água para que as famílias possam fazer a limpeza e desinfecção de suas residências. O coordenador revelou que 39 bairros foram atingidos pela inundação, que afetou cerca de 3 mil famílias. “A Prefeitura já atendeu, diretamente, 500 famílias, sendo que, dessas, 58 foram removidas para casas de parentes e nove estão em dois abrigos. Além desses, dispomos de mais dois abrigos para o caso de necessidade”, concluiu Falcão.