Crianças participam de oficina de contação de história realizada pela prefeitura

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Fundação Garibaldi Brasil (FGB), realizou a oficina de Contação de Histórias Pequenos Contadores, no Centro Cultural Thaumaturgo Filho, entre os dias 25 e 29 de janeiro, mediada pelos professores Marília Bonfim e Dinho Gonçalves.

Durante cinco dias, treze alunos com idades de 6 a 12 anos viveram momentos de imaginação, sonhos e expressões de sentimentos. Eles foram motivados pela busca, constante e permanente, de desvendar e descobrir as riquezas e o encanto que as palavras oferecem.

Pequenos Contadores descobrem a beleza das palavras durante a oficina (Foto: Dircom)

“O projeto se propõe a trabalhar com crianças, concebendo-as enquanto protagonistas dessa tradição, estimulando-as a narrar histórias, desse e de outros tempos. Investir na formação de pequenos contadores de histórias hoje é garantir o fortalecimento dessa tradição em nossa cultura. A tradição oral é patrimônio imaterial, e como tal, necessita de reconhecimento e de ações para manter-se viva” , frisou Marília Bonfim.

Nos últimos anos vem crescendo o número de pessoas que defendem a prática da contação de histórias. É comum ver narradores atuando em bibliotecas, escolas, grupos de teatro, igrejas e hospitais. E nesse período de pandemia que surpreendeu o mundo, a contação de histórias foi uma das atividades que mais se fez presente em lives.

Marília Bonfim: “O projeto se propõe a estimular as crianças a serem pequenos contadores de histórias” (Foto: Dircom)

É necessário destacar que, neste contexto de efervescência da contação da história, a criança vem assumindo, na maioria das vezes, apenas o papel de espectador, dificilmente é concebida como alguém capaz de fortalecer e propagar a tradição oral.

 

A atividade seguiu todos os protocolos sanitários e foi realizada por meio do EDITAL DO FUNDO MUNICIPAL DE CULTURA 01/2020 – ÁREA DE PATRIMÔNIO.