Secretaria Municipal de Saúde já vacinou mais de 3 mil pessoas contra a Covid-19 em Rio Branco

A campanha de vacinação contra o coronavírus já alcançou mais de 3 mil pessoas em Rio Branco, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira, dia 25, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A campanha é coordenada pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental, com o acompanhamento da Diretoria de Assistência à Saúde.

A vacina, neste primeiro momento, está sendo ofertada apenas aos profissionais de saúde que estão na linha de frente de combate ao coronavírus, e isso inclui os trabalhadores em saúde que atuam no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), Pronto-Socorro de Rio Branco, URAP Maria Barroso e UPA Via Verde.

Os profissionais e pacientes do Hospital de Saúde Mental do Acre (Hosmac) e os idosos que vivem em abrigos públicos como a Casa de Acolhimento Souza Araújo, e o Lar dos Vicentinos, também entraram na lista da Semsa nesta primeira etapa da campanha de imunização contra a Covid-19. Ao todo, 3.051 pessoas receberam a primeira dose da vacina CoronaVac.

“Nós estamos focados, neste primeiro momento, no público-alvo indicado pelo Ministério da Saúde. São 3.051 pessoas vacinadas, e isso inclui também os nossos idosos. Outra novidade é que já estamos enviando as vacinas para a rede de saúde privada, incluindo a Unimed, Pronto-Clínica, Santa Casa e Hospital Santa Juliana”, explica a bióloga Socorro Martins, chefe da Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Semsa.

O secretário municipal de saúde, Frank Lima, que acompanha de perto a distribuição das vacinas e a execução do plano municipal, comemorou o sucesso da vacinação. Segundo o gestor, as doses da vacina fabricada pelo laboratório britânico Astrazeneca, que chegaram ao Acre no último domingo, dia 24, devem ser utilizadas para vacinar os demais profissionais de saúde, ampliando o número de pessoas alcançadas na primeira etapa de vacinação.

“Estamos muito felizes porque o nosso planejamento está se efetivando com muito sucesso. É um desejo do prefeito Bocalom que a gente só fale o que pode ser feito, sem criar expectativas que podem ser frustradas. Estamos vacinando nossos profissionais e em breve vamos vacinar também os demais rio-branquenses, sempre obedecendo às regras do Ministério da Saúde, que é o coordenador nacional do plano de imunização”, destaca.

O secretário Frank Lima explicou ainda acerca da desatualização no sistema do Ministério da Saúde que apresenta os dados de pessoas que foram vacinadas. “O que houve foi um problema de acesso ao sistema durante o final de semana. Nesta segunda-feira, dia 25, isso já foi corrigido e estamos fazendo, por meio da Vigilância, toda a atualização dos dados, dando maior transparência ao nosso trabalho”, frisa o secretário.